segunda-feira, 20 de abril de 2015

O que aconteceria se você caísse em um buraco negro?

Nosso Planeta     12:06     No comments

Buracos negros são um dos corpos mais assustadores do universo. São tão massivos que deformam totalmente o espaço-tempo, tão densos que nem mesmo a relatividade de Einstein é capaz de explicar, e tão negros que nem a luz pode escapar. E uma das questões mais populares a respeito desses monstros cósmicos é: como seria visitar um?
Bom, como você pode imaginar, não é o destino de férias de seus sonhos, à primeira vista.
Se você se aproximar de um buraco negro, seu corpo seria desintegrado, mais ou menos da mesma forma que a pasta de dente sai do tubo, de acordo com Charles Liu, astrofísico do Museu Americano de História Natural.
Quando um corpo atravessa o chamado horizonte de eventos (o ponto de não-retorno, ou o limite que a matéria pode chegar e conseguir escapar do buraco negro), a mesma física que gere as mares oceânicas na Terra passam a ter efeito. A força gravitacional enfraquece com a distância, de modo que o lado da Terra voltado para a Lua está um pouco “puxado” para o satélite natural, isto é, alongado ligeiramente em direção a Lua. Como o planeta como um todo é resistente, o efeito é bem pequeno, mas o mesmo não pode ser tido da água dos oceanos, que flui ao longo do eixo alongado. Isso provoca as marés.
Bom, marés na Terra são relativamente calmas. O mesmo não pode ser dito de um buraco negro, onda as forças de maré são ampliadas extraordinariamente. Se você mergulhar em um buraco negro, sua cabeça sentiria muito mais a atração gravitacional que as pontas de seus pés. Desse modo, você seria esticado cada vez mais, até eventualmente se tornar um aglomerado de partículas subatômicas rodeando dentro do buraco negro.
Como seu cérebro se desintegraria quase que instantaneamente, você teria poucas chances de ver o cenário caótico do interior de um buraco negro.
Mas nem todos os buracos negros são iguais. Você poderia sobreviver por mais algum tempo caso decidisse visitar um buraco negro maior, cujas superfícies são menos extremas. E estamos falando de buracos negros realmente grandes, como do tamanho de nosso sistema solar. Lá, há uma chance de você manter sua integridade por algum tempo.


Nesse cenário, enquanto você cai em um buraco negro, seu corpo acelera para uma velocidade próxima a da luz, e passa a pesar milhares de toneladas (Para entender esse efeito, leia o artigo “Por que não pode existir velocidade maior que a da luz?“).  À medida que você vai entrando em um buraco negro, o tempo vai praticamente congelar (quanto mais massivo um corpo, mais lentamente o tempo passa nele). Enquanto você cai, você verá coisas que caíram antes de você e experimentaram uma dilatação do tempo ainda maior. Em outras palavras, você será capaz de ver todos os objetos que já caíram no buraco negro no passado, e se você olhar para trás, verá tudo o que irá cair no buraco negro atrás de você, mesmo no futuro distante. Simplificando, você pode ver toda a história daquele lugar no universo ao mesmo tempo – desde o Big Bang até o futuro distante.
Não é tão ruim, afinal, considerando que você pode ficar vivo enquanto tudo isso acontece. [LiveScience]

, , , , ,

0 comentários :

Blog Nosso Planeta

Nosso Planeta é um blog sobre conhecimento gerais. Criado em 2014.

Translate

Seguidores

Postagens Por E-mail

Coloque seu endereço de e-mail.
© 2016 Nosso Planeta | Todos Direitos Reservados