quarta-feira, 22 de abril de 2015

Veja como são as tempestades em outros planetas

Nosso Planeta     15:48     No comments


 Marte:
A atmosfera de Marte é rarefeita e muito diferente da atmosfera terrestre, o que lhe torna extremamente difícil de sustentar a vida como a conhecemos. Além disso, ainda existem muitas bizarrices climáticas acontecendo no planeta. Os pólos estão cobertos de calotas de gelo, e há intensas nevadas. Enquanto a nossa neve é feita de água congelada, a neve marciana é realmente feita a partir de dióxido de carbono congelado, ou "gelo seco". Há também uma tonelada de ciclones de poeira que violentamente rasgam o planeta.


Júpiter:
O que você está olhando é mais famoso furacão de Júpiter, ''A Grande Mancha Vermelha''. Ele tem se alastrado por mais de 400 anos. Esta tempestade é tão grande, ao ponto que três Terras poderiam caber facilmente no seu interior. Há um outro ponto, conhecido como BA Oval , que foi descoberto cerca de sete anos atrás e agora está se movendo tão rápido quanto suas contrapartes maiores. Ele parece estar a aumentar de tamanho.
Mercúrio
Sendo o planeta mais próximo do sol e quase completamente desprovido de atmosfera, é fácil ver porque Mercúrio fica extremamente quente. No entanto, uma vez que há pouca atmosfera, é difícil para o planeta reter calor, levando a oscilações de temperatura intensas. Porque ele não tem uma inclinação axial, não há mudanças sazonais no clima. Ele também gira em torno de si mesmo numa lentidão incrível, uma vez que só conclui a rotação cerca de três "dias" a cada dois anos. Quando Mercúrio está mais próximo do sol, a temperatura da superfície pode chegar a mais de 430º C. Durante a noite, as temperaturas podem cair para -180º C.
Netuno:
Netuno tem tempestades grandes o suficiente para engolir a Terra inteira e faixas de tempo que marcam a sua latitude. O planeta também tem o vento mais violento do sistema solar, que pode chegar a surpreendentes 2.500 km/h e não há nada no planeta capaz de diminuir essas rajadas de ventos. Ele também tem a capacidade de chover diamantes, de modo que bastante ''radical''.
Saturno: 
A atmosfera de Saturno é composta principalmente de hidrogênio, levando a tempestades de vento extremamente violentas. As velocidades podem chegar a até 1.600 quilômetros por hora. Comparativamente, a rajada mais forte de vento já registrada na Terra foi em 1996, em cerca de 40 quilômetros por hora.
Urano:
Urano é o planeta mais frio do sistema solar, com temperaturas atingindo -225º C. Urano é muito estranho, como o fato de ser totalmente inclinado de lado. Seu pólo norte enfrenta o sol. Este pode ter sido o resultado de uma colisão maciça, fazendo com que o próprio campo magnético não fique alinhado com os seus pólos. Uma vez que este planeta é tão longe da Terra, é difícil obter uma leitura precisa sobre o que está acontecendo na superfície. No entanto, enormes furacões foram estudados por meio de telescópios de infravermelho, e ele também possui uma chuva de diamantes.

Vênus:
Com uma atmosfera super-grossa composta principalmente de dióxido de carbono, dióxido de enxofre e vapor de água, Vênus é capaz de prender mais radiação do sol do que Mercúrio, o que lhe permite alcançar (e reter) temperaturas muito mais altas. A temperatura da superfície permanece relativamente consistente durante todo o ano no 480º C. A chuva de Vênus é quase puramente feita de ácido sulfúrico, que é extremamente corrosivo. O ácido sulfúrico pode corroer sua roupa instantaneamente e produzir queimaduras graves na carne da pele. No entanto, a temperatura da superfície de Vênus é tão grande, que a chuva evapora antes de atingir o solo.

, , ,

0 comentários :

Blog Nosso Planeta

Nosso Planeta é um blog sobre conhecimento gerais. Criado em 2014.

Translate

Seguidores

Postagens Por E-mail

Coloque seu endereço de e-mail.
© 2016 Nosso Planeta | Todos Direitos Reservados